Notícias

Pacífico Log investe 1,3 milhão de reais mirando no segmento farmacêutico

13/06/2016

A empresa quer se tornar referência em transporte no setor nas interligações com a região Norte do Brasil especialmente no transporte de mercadorias para o setor farmacêutico

Dentre os segmentos de cargas transportadas pela PACÍFICO LOG, o da indústria farmacêutica e produtos assemelhados vem ganhado permanente destaque e crescimento. Com o advento da indústria de remédios populares e genéricos, do qual o Brasil é um dos grandes expoentes internacionais, o setor vem necessitando desse serviço.

Pensando nisso, a empresa investiu cerca de 1,3 milhão de reais em ações como a abertura de novas filiais, infraestrutura, adaptações prediais, equipamentos que são necessários ao transporte de fármacos, licenças Anvisa, treinamento em recursos humanos e implementação de novos processos.

“Nossas pesquisas junto ao mercado demonstraram o enorme potencial deste segmento e a carência de empresas qualificadas para oferecer serviços com regularidade e eficiência; especialmente para a região Norte”, afirma o Gerente Nacional de Vendas, Tarso Lumare.

Dentro da política de adequar sua oferta de serviços às necessidades e requerimentos do mercado, a Pacífico Log realizou um minucioso trabalho dotando a empresa com todos recursos necessários para oferecer um serviço eficiente e eficaz.

“Nossos investimentos foram realizados na compra de veículos isotérmicos, aprimoramento dos processos de controle de temperatura em veículos e áreas específicas para armazenagem, seguros, treinamento e contratação de pessoal especializado, processos de manuseio e armazenagem e licenças especiais”, explica o dirigente.

Nos últimos anos, a PACÍFICO LOG vem realizando importantes investimentos para dotar a organização com a infraestrutura necessária para oferecer um serviço de qualidade o qual é reconhecido tanto pelos remetentes como pelos destinatários finais das mercadorias transportadas. De acordo com Lumare, sua empresa se destaca por oferecer um serviço com absoluta regularidade operacional, mantendo os prazos médios de entrega estabelecidos nas relações comerciais com os clientes e o mais importante, cumprindo rigorosamente a legislação vigente mediante a obtenção dos certificados expedidos pela ANVISA e pelos diferentes órgãos reguladores.

“Nosso forte é a carga fracionada, onde temos grande experiência nas entregas em suas diversas faixas de peso. Seja um ou cinco mil volumes, nossas operações e malha de distribuição estão bem equipadas tanto do ponto de vista tecnológico quanto estrutural e de frota. Também atuamos na lotação para todo Brasil e de forma muito competitiva especificamente na Região Norte”, completa Lumare.

Ainda de acordo com o executivo, além da regularidade na prestação dos serviços, o plano estratégico da empresa permite a realização de permanentes investimentos em tecnologia, rastreabilidade e monitoramento dos veículos em suas relações com os clientes.

Compromisso do tamanho do Norte

A PACÍFICO LOG foca na qualidade dos serviços e segurança no transporte toda a sua ação operativa e corporativa. São mais de 600 colaboradores, 50 mil metros quadrados de área para operacionalizar a carga e mais de 60 mil entregas mensais.

Hoje, com gestão profissionalizada a Pacífico Log possui uma frota com mais de 450 veículos, dentre caminhões, carretas e vans, prontos para atender as necessidades específicas de cada cliente. Nossa logística de integração está baseada com uma presença de 12 filiais na região norte, que são: Belém, Boa Vista, Guajará Mirim, Ji Paraná, Macapá, Manaus, Marabá, Porto Velho, Rio Branco, Santarém, Vilhena e Palmas. Para alimentar esta região de fluxo regular de cargas para distribuição “porta a porta”, dispomos de 8 filiais expedidoras que são: Manaus, Curitiba, Blumenau, Rio de Janeiro, Recife, Fortaleza, Campina Grande, Campinas e São Paulo.

A Pacífico Log é especializada em encomendas de alto valor agregado e investe constantemente em infraestrutura e equipe qualificada, para levar o melhor serviço de transporte pela malha rodoviária.

Com alta tecnologia, os carregamentos da empresa são 100% verificados por meio de leitura de código de barras, deixando a força de trabalho mais organizada, sempre visando reflexos positivos na qualidade da entrega.

Também disponibiliza a ferramenta de localização da carga, onde o cliente pode rastrear o seu pedido pelo código da entrega. No site www.pacificolog.com.br estão informações sobre a empresa que assume como slogan a afirmação: um compromisso do tamanho do Norte.

 Organização premiada

Organização premiada por sua eficácia e eficiência – A PACÍFICO LOG teve o seu trabalho reconhecido pelas importantes organizações; Grupo B2W; divisão dos negócios de E-Commerce das Lojas Americanas, Shoptime, Sou Barato e Submarino, empresas líderes nas transações via E-Commerce. Os mencionados prêmios visam reconhecer e parabenizar os colaboradores e fornecedores pelo cumprimento dos objetivos estabelecidos.

Notícias

Samsung Pay começa a ser testado no Brasil

21/06/2016

Ao mudar a forma como as pessoas realizam compras e usam seus smartphones, a Samsung Electronics, líder global de tecnologia, mostra que uma grande revolução de pagamentos vai acontecer no mundo todo. O Samsung Pay, serviço de pagamentos móveis seguro e fácil de usar, que pode ser usado em quase qualquer lugar onde cartões de crédito e débito são aceitos, graças ao uso das tecnologias MST (Transmissão Magnética Segura) e NFC (Comunicação por Proximidade), que transforma seu smartphone em uma carteira digital, será lançado em breve no Brasil e já está sendo testado por um seleto grupo de formadores de opinião.

Os escolhidos são os primeiros a experimentar o serviço no Brasil, país que está se preparando para receber o Samsung Pay. A tecnologia já pode ser utilizada em diferentes locais, incluindo as Samsung Stores, supermercados, farmácias, restaurantes, grandes magazines, postos de gasolina, entre outros estabelecimentos.

A expansão do Samsung Pay começou na Coreia do Sul, passando pelos Estados Unidos, China, Espanha, Singapura e Austrália. Em curto prazo, chegará também ao Brasil. No momento do lançamento do serviço, os portadores de cartões de débito e crédito terão a opção de fazer pagamentos usando smartphones compatíveis com o sistema: o Galaxy Note 5, Galaxy S6 edge+, Galaxy A5 e A7 (2016), Galaxy S7 e o Galaxy S7 edge.

“Estamos orgulhosos de oferecer uma opção de pagamento móvel simples e segura. Com o início dos testes temos o objetivo de, na ocasião do lançamento, oferecer aos consumidores o melhor serviço de pagamento móvel via smartphone disponível no mercado, afirmou Renato Citrini, gerente sênior de produtos da divisão de dispositivos móveis da Samsung Brasil.

Durante a fase de testes os seguintes parceiros apoiam o Samsung Pay: Banco Brasil, Brasil Pré Pago, Caixa, Porto Seguro e Santander. Outras empresas podem ser adicionadas durante o período de testes.

Notícias

E-BIT anuncia Pedro Guasti como novo CEO

16/06/2016

A E-bit, empresa especializada em informações de comércio eletrônico, anunciou o retorno de Pedro Guasti como CEO da empresa. O executivo, que é um dos fundadores da marca e esteve à frente da operação por 10 anos, tem agora o desafio de modernizar e ampliar o negócio, por meio do desenvolvimento de novos produtos e de tecnologia.

“É uma alegria muito grande estar novamente à frente da operação da E-bit. Estamos entrando numa nova fase e temos o objetivo de crescer, inclusive internacionalmente. Para isso, é preciso compreender as necessidades do mercado, que são bem diferentes do que eram há cinco, dez anos. O setor agora está mais maduro, temos o mobile se consolidando e um consumidor cada vez mais conectado. Nossa atuação irá ao encontro dessas necessidades”, explicou Guasti.

Nesta nova fase, a E-bit desenvolverá novos produtos que colaborem para entender o comportamento do consumidor omnichannel, além de ampliar sua atuação para novos mercados. A empresa também vai investir em novas tecnologias de captura de informações em dispositivos móveis, que ganham cada vez mais relevância na formação da decisão de compra dos consumidores e share nas compras online.

O atual diretor executivo, André Ricardo Dias, segue na função e será responsável pela operação das áreas de TI, Operações, Marketing e Inteligência de Mercado.

Pedro Guasti acumula mais de 15 anos de experiência no mercado brasileiro de comércio eletrônico. Já foi Vice-Presidente de Relações Institucionais do Buscapé Company e atualmente é Presidente do Conselho de E-commerce da FecomercioSP.

Notícias

Microsoft adquire LinkedIn

14/06/2016

Microsoft Corp e LinkedIn Corporation firmaram um acordo definitivo sob o qual a Microsoft irá adquirir LinkedIn para  US$ 196 por ação em uma transação em dinheiro avaliada em US$ 26,2 bilhões, inclusive de caixa líquido do LinkedIn que vai manter a sua marca distinta, ou seja sua cultura e independência.

Jeff Weiner permanecerá como CEO do LinkedIn, reportando-se a Satya Nadella, CEO da Microsoft. Reid Hoffman, presidente do conselho, co-fundador e acionista controlador da LinkedIn e Weiner apoiaram plenamente esta transação que deverá ser concluída este ano.

Além disso, a Microsoft vai financiar a transação, principalmente através da emissão de novas dívidas. Também reiterou sua intenção de completar a sua quota de autorização de recompra existente de US$ 40 bilhões até 31 de dezembro de 2016, o mesmo período de tempo imposto anteriormente.

“O time do LinkedIn criou um negócio fantástico focado em conectar os profissionais do mundo”, afirmou Nadella. “Juntos, nós podemos acelerar o crescimento do LinkedIn, assim como o do Microsoft Office 365 e Dynamics, à medida que   capacitar cada pessoa e organização no planeta”. “Assim como nós mudamos o jeito como o mundo se conecta a uma oportunidade, esse relacionamento como a Microsoft e a combinação da nuvem dela e da rede do LinkedIn nos dá uma chance de também mudar o jeito como o mundo funciona”, afirmou Weiner. “Nos últimos 13 anos, nós nos posicionamos unicamente para conectar profissionais e fazê-los mais produtivos e bem-sucedidos”, completou.

Foto: Jeff Weiner, CEO do LinkedIn, Satya Nadella, CEO da Microsoft, e Reid Hoffman, cofundador do LinkedIn. (Divulgação/Microsoft)